Quem somos

Quem somos

O Centro Brasil no Clima é uma organização apartidária, que trabalha para impulsionar a descarbonização da economia brasileira e proteger a biodiversidade.

O CBC age através de articulação política, diplomacia, capacitação, pesquisas e colaboração com outros atores de mudança, visando à concretização do Acordo de Paris e à promoção da justiça climática.

Nosso Think-and-Do tank possui capacidades estratégicas e uma equipe altamente qualificada para avaliação, análise de dados e informações relevantes, articulação com múltiplos stakeholders e diálogo em diferentes esferas nacionais e internacionais. O CBC oferece uma combinação única de reflexão e ação, teoria e prática.

A influência sobre políticas públicas é uma das estratégias centrais do CBC. A campanha “Ratifica Já!”, lançada com sucesso em 2016, levou ao processo rápido de ratificação do Acordo de Paris pelo governo brasileiro. Além disso, a liderança de Alfredo Sirkis como coordenador-executivo do Fórum Brasileiro de Mudanças do Clima de 2016 a 2019 reforça a capacidade da instituição em influenciar as políticas climáticas.

Desde o I Encontro Internacional Governadores pelo Clima em 2020, a articulação do CBC tem apoiado a coalizão Governadores pelo Clima, fornecendo informações qualificadas e recomendações aos decisores. Dessa forma, os governos estaduais estão se tornando protagonistas na ação climática do Brasil, implementando políticas concretas para enfrentar a emergência climática. Para mais informações, consulte a seção Governadores pelo Clima.

Linhas de atuação

Visão

Ser uma inspiração internacional de geração de conhecimento, promoção de diálogos e engajamento de tomadores de decisão no enfrentamento das mudanças climáticas.

Missão

Promover conhecimento e engajamento para descarbonizar a economia, enfrentar a emergência do clima e promover justiça climática.

Valores

Excelência | Comprometimento | Transparência | Justiça socioambiental | Sustentabilidade | Diversidade | Apartidário

Histórico

O Centro Brasil no Clima (CBC) foi fundado em 2015, sob a liderança de Alfredo Sirkis. De lá pra cá, vem atuando intensamente na produção de conhecimento sobre mudanças climáticas e na incidência sobre políticas públicas que possam proporcionar adaptação e mitigação, além de causar impacto positivo para as populações mais afetadas pela crise climática. Confira um pouco mais de nossa história e os principais marcos de nossa atuação, que inclui realização de eventos, lançamentos de estudos e livros e, ainda, participação em conferências internacionais que definem os rumos da luta pelo clima no planeta.

SAIBA MAIS

Alfredo Sirkis

Alfredo Sirkis (1951-2020) foi um dos maiores ambientalistas e pensadores brasileiros, com uma longa e bem-sucedida trajetória que incluiu desde política ao terceiro setor, passando pela literatura e o jornalismo. Foi um dos pioneiros e protagonistas da luta ambiental no Brasil, destacando-se como um dos mais ferrenhos defensores da descarbonização da economia, já prevendo que este seria o grande desafio da humanidade no século XXI.

Desde cedo manifestou seu ativismo: foi líder estudantil na adolescência e participou da resistência armada contra a ditadura militar brasileira, o que o levou ao exílio por mais de oito anos. Na política, foi um dos fundadores do Partido Verde, vereador em quatro mandatos, secretário municipal de urbanismo e presidente do Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos (IPP) entre 2001 e 2006, além de ter sido o idealizador da criação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente na cidade do Rio de Janeiro, sendo também seu primeiro titular, de 1993 a 1996. Foi eleito deputado federal no mandato 2011-2015, período no qual presidiu a Comissão Mista de Mudança do Clima do Congresso Nacional e foi um dos vice-presidentes da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados.

Seu protagonismo nas discussões sobre clima o levou a ser membro da delegação brasileira nas conferências do Clima de Montreal, Bali, Copenhagen, Durban, Varsóvia, Lima, Paris, Marrakech e Bonn. De 2016 a 2019 foi o Coordenador Executivo do Fórum Brasileiro de Mudança do Clima, período em que organizou a campanha Ratifica Já!, que conseguiu a ratificação do Acordo de Paris em tempo recorde por parte do governo brasileiro. 

Intelectual reconhecido por transitar por diversos temas, é autor de nove livros. A obra “Os Carbonários” (1980) recebeu o Prêmio Jabuti de 1981. Sua mais recente obra, “Descarbonários” foi lançada em 2020, com características autobiográficas e como um desdobramento da obra de 40 anos antes. Foi colaborador dos jornais O Globo, Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Valor Econômico e Correio Brasiliense, além de ter atuado na imprensa na França, em Portugal e no Chile.

Fundou o Centro Brasil no Clima em 2015, ficando à frente do think tank até o seu falecimento, em julho de 2020.

Diretoria

guilherme syrkis

Guilherme Syrkis

Formado em Educação Executiva pela Harvard Kennedy School, com mestrado em Política Energética e Ambiental pela Universidade de Chicago, com bolsa da Obama Foundation. Entre 2016 e 2019, atuou como Assessor Especial do Ministro de Minas e Energia e também fez parte do Conselho de Administração da Zona Franca de Manaus, para avaliar e recomendar investimentos na Amazônia. Em 2013, co-fundou a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica e tornou-se vice-presidente. Promoveu a área de Relações Governamentais e Institucionais, analisando e negociando acordos para consolidar a indústria brasileira de energia solar. Em 2020, Guilherme Syrkis assumiu a direção-executiva do Centro Brasil no Clima (CBC) e vem renovando a forma de atuação da instituição, ao mesmo tempo que leva à frente o legado de seu pai, Alfredo Sirkis, grande ambientalista brasileiro e fundador do CBC.
marcia-bandeira2

Márcia Bandeira

Diretora Financeira do Centro Brasil no Clima desde sua criação em 2015, realiza atividades executivas e de controle das operações de contas a pagar e receber, fluxo de caixa, orçamento, e gestão da operação terceirizada de contabilidade. Trabalhou na Fundação OndAzul, acompanhando as atividades administrativas e secretariando o Presidente de 1997 a 2000. Atuou em diversos cargos de assessoramento na Prefeitura do Rio de Janeiro e no poder público municipal: Secretaria de Meio Ambiente do Rio de Janeiro, de 1994 a 1996; Secretaria de Urbanismo, de 2001 a 2008; e na Câmara de Vereadores em três períodos diferentes, entre 1996 e 2010. Foi ainda assessora na Câmara dos Deputados de 2010 a 2014.
william-wills2

William Wills

Formado em Engenharia Elétrica/Eletrônica pela UFRJ, é Mestre (M.Sc.) e Doutor (D.Sc) pelo Programa de Planejamento Energético da COPPE/UFRJ, com período de pós-doutorado no mesmo programa. É Diretor Técnico no Centro Brasil no Clima desde 2020. É também coordenador técnico no CentroClima/COPPE/UFRJ, onde trabalha desde 2004. Participou em mais de 30 projetos de pesquisa sobre cenários de mitigação e inventários de GEE. É autor principal ou co-autor de mais de 25 publicações internacionais e nacionais e é revisor de diversas revistas científicas indexadas, entre elas a Energy e a Energy Policy. Trabalhou na CIRED/França em 2010/2011 durante parte de seu doutorado para desenvolver o IMACLIM-R BR, um modelo de equilíbrio geral recursivo para avaliar os impactos de políticas energéticas, climáticas e de precificação de carbono no Brasil. Como sócio-diretor da Eos Consultoria desde 2013, possui ampla experiência auxiliando na descarbonização de grandes empresas privadas no Brasil, como a Brasken, Ternium, Prumo Logística, Votorantim, GNA e ENEVA, além de ter prestado consultorias no tema de precificação de carbono para o IBP, CNI, ABAL, e o BACEN. Trabalhou como consultor internacional em instituições como o UNDP, UNEP, CEPAL, Banco Mundial, IIASA e o WRI. É um dos autores brasileiros na publicação anual “Emissions Gap Report” (UNEP), e é revisor do WG3 do IPCC.

Consultores especiais

copia-de-fabio-feldmann

Fabio Feldmann

Atua no movimento ambientalista há mais de 40 anos, seja no Executivo, no Parlamento ou no terceiro setor. Administrador de empresas e advogado, foi deputado federal por três mandatos consecutivos (1986-1998) e participou como deputado constituinte da Constituição de 1988, responsável pela elaboração do capítulo da Constituição Federal destinado ao meio ambiente, até hoje considerado uma das normativas mais completas e avançadas do mundo no que se refere a meio ambiente. Foi ainda Secretário Estadual de Meio Ambiente de São Paulo (1995-1998), um dos fundadores do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas (2020) e membro oficial da delegação brasileira em inúmeras COPs. Atuante na sociedade civil , integrou conselhos do Greenpeace Internacional, Global Reporting Internacional e de várias entidades nacionais, fundou e foi o primeiro presidente da Fundação SOS Mata Atlântica, entre outras atividades. Tem atuado como consultor em questões ambientais e de desenvolvimento sustentável, nos últimos anos, bem como conferencista em eventos nacionais e internacionais.
copia-de-olga-martins-wehb

Olga Martins Wehb

Bacharel em Ciências Humanas e Mestre em Sociologia do Desenvolvimento em Paris X, obteve o DEA - Diploma de Estudos Aprofundados em História e Civilizações - Países do Terceiro Mundo do Doutorado de Paris VII na França. Fez especialização em Educação Ambiental pela UERJ, estudou Gestão de Projetos na FGV-RJ e Indicadores Sociais no IBGE-ENCE-RJ, além de ter cursado a Capacitação em Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa na COPPE-UFRJ. Certificou-se ainda no Climate Leadership Corps, do The Climate Reality Project. É Conselheira-Associada do Centro Brasil no Clima e do Instituto Brasileiro de Biodiversidade (BrBio). Nos últimos 30 anos, em cargos executivos e legislativos, foi Diretora no Instituto Pereira Passos (IPP), Superintendente por duas gestões na Secretaria de Meio Ambiente do Rio de Janeiro (SEA-RJ), Assessora e Gerente de Projetos na CMRJ, contribuindo para a implementação de diversas iniciativas e programas estratégicos. Foi membro do Conselho Estratégico da Cidade do Rio de Janeiro de 2001 a 2006. É consultora na área socioambiental e de gerenciamento de projetos, já tendo atuado junto a FBDS, PNUD, Instituto OndAzul, E.labore, Petrobras e C40, além de ser palestrante sobre diversos temas socioambientais, Agenda 21 e Mudanças Climáticas.
copia-de-renata-moraes2

Renata Moraes

Formada em Pedagogia e especialista em Sustentabilidade e Desenvolvimento Humano, sempre atuou conjugando Educação e Meio Ambiente. Em seu histórico, já conduziu e supervisionou projetos de Educação Ambiental em quase 600 escolas em áreas de entorno de linha de transmissão, gasodutos e plataformas petrolíferas para mais de 50 empresas. Como consultora associada do Centro Brasil no Clima, já coordenou também os projetos e iniciativas Mitigation Advocacy e Exploring Positive Pricing of Carbon Reduction, ambos em parceria com a Embaixada Britânica, em 2015. Desde 2016, é responsável pela Coordenação Regional do The Climate Reality Project no Brasil. Foi neste âmbito que formulou a metodologia das Jornadas pelo Clima, reconhecida como tecnologia social em 2021 pela Fundação Banco do Brasil e finalista do prêmio conferido pela instituição. Carioca, gosta de transgressão pedagógica, desenhar processos participativos e ultimamente tem aprofundado seus estudos em Justiça climática e trabalhando com metodologias ativas para possibilitar que a Educação Climática alcance mais pessoas.
copia-de-sergio-xavier

Sergio Xavier

Empreendedor de inovações tecnológicas para sustentabilidade (Circularis - Porto Digital), Consultor e Desenvolvedor de projetos de Economia Circular - Carbono Neutro, Políticas Públicas Sustentáveis e articulador do Projeto Governadores Pelo Clima do CBC - Centro Brasil no Clima. É jornalista, com formação em Comunicação Social, Telecomunicações e Eletrônica; ativista ambiental, colunista do Diário de Pernambuco (“Reinvenções Sustentáveis'') e foi Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco.

Conselho Diretor

copia-de-natalie-unterstell

Natalie Unterstell

Presidente do Instituto Talanoa. Natalie tem mestrado em administração pública pela Escola de Governo John F. Kennedy da Universidade de Harvard e graduação em administração de empresas na Fundação Getulio Vargas (EAESP-FGV). Atuou em governos estaduais e no federal, onde apoiou a construção de políticas públicas, incluindo o mais ambicioso programa de adaptação à mudança do clima já realizado no país, o Brasil 2040, como diretora na SAE/Presidência da República. Contribuiu como negociadora do Brasil nos assuntos de mudança do clima na ONU efoi Secretária-Adjunta do Fórum Brasileiro de Mudança do Clima (FBMC). É membro do Painel de Acreditação do Green Climate Fund e co-fundadora e membro de diversos projetos e organizações, como a iniciativa Política Por Inteiro. É colunista da Revista Época e do Capital Reset, além de ser frequente articulista e comentarista na imprensa nacional e internacional.
copia-de-eduardo-viola

Eduardo Viola

é doutor em ciência política pela Universidade de São Paulo e tem pós-doutorado em economia política internacional pela Universidade de Colorado. É autor de 6 livros, mais de 50 capítulos de livros e mais de 80 artigos publicados em periódicos científicos especializados em vários países. Tem 211 citações no Web of Science e mais de 5.400 citações no Google Scholar. É também membro de vários comitês científicos nacionais e internacionais. Cientista político, professor titular de Relações Internacionais na Universidade de Brasília e Pesquisador Associado Sênior do Instituto de Estudos Avançados da USP.
prancheta-8-2_easy-resize-com

Branca Americano

É geógrafa pela PUC-RJ com Mestrado em Planejamento Energético pela COPPE, DEA em Methódes Scientifiques de Gestion pela Universidade de Paris-Dauphine. Trabalhou na Coordenação Geral de Mudanças Globais do Clima do Ministério da Ciência e Tecnologia de 1997 a 2009. Participou das negociações internacionais no âmbito da Convenção do Clima e do Protocolo de Quioto desde 2000 até 2010. Atualmente é consultora e associada ao Instituto Internacional para a Sustentabilidade – IIS.
copia-de-rogerio-studart

Rogério Studart

É senior fellow do CEBRI e do WRI e distinguished fellow do Global Forum of Competitiveness Council. Foi diretor executivo do Brasil no Banco Mundial e no BID, non-resident fellow da Brookings e professor do Instituto de Economia Industrial da UFRJ. Possui graduação em Economia e mestrado em Economia da Indústria e da Tecnologia, ambos pela pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, e doutorado em Economia pela University of London. Macroeconomista por formação, especializou-se em financiamento internacional e do desenvolvimento, desenvolvimento econômico, sistemas financeiros e crescimento econômico. Transformou-se em ambientalista e vem se dedicando a tornar sistemas socioeconômicos mais sustentáveis e justos.
copia-de-roberto-smeraldi

Roberto Smeraldi

Jornalista, chef e autor, foi fundador e diretor da ONG Amigos da Terra por mais de 25 anos. Foi pioneiro no movimento ambientalista e dedicou boa parte de sua vida à Amazônia. Desenvolveu o conceito de valorização da biodiversidade a partir da gastronomia e promoveu no Brasil a implementação da certificação socioambiental de alimentos. Incentiva o aproveitamento total dos alimentos, especialmente os animais. É autor de livros e artigos sobre inovação na alimentação e desafios da sustentabilidade. Assina uma coluna gastronômica n’O Estado de São Paulo, é vice-presidente do Instituto Atá e dirige a empresa de comida artesanal ArteSã. Em 2015, foi co-fundador do Climate Reality Project Brasil, junto com Al Gore. É membro do Conselho Diretor do CBC.
copia-de-virgilio-mauricio-viana

Virgílio Viana

Engenheiro Florestal, PhD em Biologia pela Universidade de Harvard, Pós-Doutorado em Desenvolvimento Sustentável pela Universidade da Flórida, Livre Docente em Ciências Florestais pela Universidade Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. ESALQ/USP. Professor do Departamento de Ciências Florestais da ESALQ/USP de 1989 a 2003, Secretário de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (SDS) de 2003 a 2008. Ex-presidente da Associação Paulista de Engenheiros Florestais e da Sociedade Brasileira de Etnobiologia e Etnoecologia. Já orientou mais de 20 teses de doutorado e mestrado. Atualmente é Superintendente Geral da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Professor Colaborador do curso de pós-graduação do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), coordenador da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável (SDSN, iniciativa da ONU), membro da Comissão de Ética e Ação para o Desenvolvimento Sustentável e da Pontifícia Academia de Ciências do Vaticano, além de ser presidente do Conselho de Administração da Aliança para a Bioeconomia da Amazônia (ABIO).
copia-de-rodrigo-amorim-goncalves-rosa

Rodrigo Rosa

Especializado em Pós-Graduação Executiva em Meio Ambiente pela COPPE-UFRJ e mestre em Economia do Setor Público pela Universidade de Brasília, foi professor visitante na Columbia University, em Nova Iorque (EUA). Tem experiência na área de Planejamento Urbano e Regional, tendo sido special advisor do conselho do C40 Cities Climate Leadership Group e consultor do Programa de Sustentabilidade da Bloomberg Philanthropies. Atualmente, entre suas atividades, é consultor da presidência do Senado Federal brasileiro desde março de 2021 e membro do Conselho Diretor do Centro Brasil no Clima.

Conselho Fiscal

copia-de-bradson-camelo

Bradson Camelo

Procurador-Geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, Professor Universitário e Economista, ex-Procurador da Fazenda Nacional. Graduou-se em Direito e Economia, com intercâmbio de um ano na Hochschule Bremen (Alemanha), e fez mestrado em Direito Econômico, ambos na UFB. Fez especialização em Administração Pública (2014) pela FGV e Bacharelando em Física pela UFPB. É membro da American Law and Economics Association (ALEA) e da Associação Brasileira de Direito e Economia. Tem experiência nas áreas de Direito - com ênfase em Direito Financeiro, Administrativo, Tributário e Econômico - e de Economia com foco em Microeconomia, Economia do Setor Público e Planejamento. Atua como conselheiro-fiscal do CBC.

Consultores

Bárbara Gomes

Bárbara Gomes

Bárbara Gomes é Analista de Engajamento no Climate Reality Project Brasil. É Engenheira de Energia, Bacharel em Energia e Sustentabilidade pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia e pós-graduada em Gestão de Projetos na USP/Esalq. É ativista socioambiental e emprega seu comprometimento com a transformação social e a transição energética buscando soluções inovadoras para projetos que contribuam para um futuro mais sustentável.
beatriz-araujo-2

Beatriz Araújo

Bacharel em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com habilitação de Sanitarista pelo CREA-RJ e Técnica em Meio Ambiente. Possui experiência nas áreas de Mudanças Climáticas, Gestão de Projetos, Gestão Ambiental e Saneamento. Estagiou na Superintendência de Mudanças Climáticas da Secretaria de Estado do Ambiente do Rio de Janeiro, onde participou da elaboração do Terceiro Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Estado e do Plano de Adaptação às Mudanças Climáticas do Estado. Atualmente é Assessora de Gestão e Projetos no Centro Brasil no Clima.
Flávia Porto

Flávia Porto

Flávia é formada em Administração de Empresas e em Gestão em Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá. Possui cursos na área de Gestão de Projetos pela FGV. Atualmente está cursando Direito na Universidade Cândido Mendes.

Sua carreira, com mais de 10 anos de experiência no Terceiro Setor, foi desenvolvida nas áreas de Finanças com foco na Gestão de Projetos. Profissional com sólida experiência no acompanhamento financeiro de projetos e planejamento de estratégias para redução de custos, visando a otimização de risco financeiros e gerenciamento racional de recursos, potencializando a margem do negócio e auxiliando na tomada de decisões estratégicas.

Trabalhou na Fiotec - Fundação de Apoio à Fiocruz e no Instituto Igarapé.

No CBC atua como Consultora de Gestão.

guilherme-lima2-2

Guilherme Lima

Economista com ênfase em economia do meio ambiente. Concluiu mestrado em Planejamento Energético na Coppe/UFRJ e atualmente faz doutorado na mesma área. Ao longo dos últimos 10 anos participou de pesquisas em diferentes temas, incluindo pagamentos por serviços ambientais (PSA), avaliação de impactos ambientais e gestão de recursos hídricos. Vem se especializando em mudanças climáticas, mais especificamente na avaliação de medidas de mitigação das emissões de GEE. Foi professor substituto de Economia da UFF de 2017 a 2019 e em seguida tornou-se consultor do CBC, onde atualmente ocupa a Gerência de Projetos. Vem se concentrando em temas como indicadores de MRV para acompanhar as ações para o alcance da NDC brasileira, financiamento climático no Brasil e promoção de energias renováveis.
Helena Branco

Helena Branco

Helena é de São Paulo e é ativista pelos direitos da juventude, igualdade de gênero e justiça climática. Faz parte do Programa Operação COP do The Climate Reality Project Brasil. Ela é estudante de Políticas Públicas e Relações Internacionais na Universidade Federal do ABC. Helena participou da COP 27 e da CSW 67, defendendo a presença e a articulação dos jovens latino-americanos em espaços estratégicos de negociações internacionais de modo que essas incidências se traduzam em políticas públicas nos territórios.
Isadora Gran

Isadora Gran

Coordenadora de Justiça Climática do Climate Reality Project Brasil. Formada em Serviço Social pela UFRJ, suas áreas de interesse e estudo são as questões de gênero, advocacy, justiça climática e territorialidades. Tem experiência em desenvolvimento de projetos comunitários nas áreas de cultura, educação popular, meio ambiente e direitos humanos. Já viajou pelo mundo através de bolsas de estudo, trabalhou com dança e poesia, organizando o Slam Maré Cheia, primeira batalha de poesia do Complexo da Maré e tem seus poemas publicados no livro “Lâmina”. Conta com uma trajetória profissional com expertise em mobilização de pessoas, criação de conexões e comunidades, processos de troca e aprendizagem, facilitação de encontros e práticas pedagógicas. É mãe do Cauê e acredita na luta coletiva para garantir um mundo mais justo para as futuras gerações.
Luan Werneck

Luan Werneck

Luan Werneck é Analista de Projetos Junior do Climate Reality Project Brasil. Graduando em Relações Internacionais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é também pesquisador no Observatório Interdisciplinar de Mudanças Climáticas (IESP-UERJ). Atua desde 2020 como ativista climática em diferentes movimentos e organizações, sua principal área de interesse é o engajamento e a criação de políticas públicas de qualidade frente à crise climática, com destaque para a governança climática internacional e as consequências das mudanças climáticas na segurança internacional. Ama conhecer pessoas novas, ler, estudar e viajar.
luane-teixeira

Luane Teixeira

Graduanda de Relações Públicas e Analista de Comunicação no Climate Reality Brasil. Seus campos de pesquisa são acessibilidade digital e violência de gênero. Atua na área de acessibilidade para pessoas com deficiência de redes sociais e eventos digitais. Atualmente é Analista de Mídias Sociais do Climate Reality Project Brasil.
luciana_nunes

Luciana Nunes

Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná, com MBA em Economia Circular pela PUC do Rio Grande do Sul. Comunicadora com compromisso socioambiental, criou o hub SinsPire - de cultura, inovação e sustentabilidade, com base em Recife. Atuou como consultora e co-produtora de projetos inovadores como o FutureCity - Conferência Internacional sobre Cidades Sustentáveis (2017), Festival Uplanet (2015, 2016, 2018) e 1º Encontro Internacional Energia Renovável e Inovações Interconectadas (2014), evento pioneiro de fomento à economia de baixo carbono, entre outros. Foi editora da Revista Uplanet (2016-2018) e da revista Clima Business - publicação bilíngue lançada na Conferência do Clima de Paris, em 2015. Criou a primeira plataforma digital de promoção turística, o Curta Pernambuco. Atualmente coordena a comunicação dos projetos “HidroSinergia”, do Centro Brasil no Clima (CBC) e do projeto de Economia Circular “Noronha Pelo Planeta”, Lab de Sustentabilidade na ilha de Fernando de Noronha.
marcio-martins

Márcio Martins

Jornalista, com MBA em Marketing e especialização em Gerenciamento de Marcas. Palestrante e professor do curso de Comunicação Social, trabalhou nos jornais O Globo e O Dia. Nos últimos anos, gerenciou contas de 270 clientes, de 15 diferentes áreas. Tem ampla experiência em gerenciamento de imagem e de marcas, prevenção e gerenciamento de crises e no treinamento de porta-vozes. Atua como conselheiro do Instituto Brasileiro de Biodiversidade, o BrBio, consultor no Centro Brasil no Clima e voluntário no movimento Árvores pelo Clima.
Monique Roque

Monique Roque

Graduada em Design com habilitação em Projeto de Produto pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, com domínio adicional em empreendedorismo pelo CEMP/PUC-Rio. Atua como consultora nas áreas de Comunicação e Gestão do Centro Brasil no Clima (CBC). Já atuou como Coordenadora das atividades da 2811 Global no Brasil - em especial da Academia de Ação Climática Brasil/Portugal. Já atuou como professora tutora do Curso de Educação Continuada de Negócios de Impacto Socioambiental (NIS) da PUC-Rio. Ainda, em 2022, foi ganhadora do Latin American Design Awards 2022 (LADAWARDS), com o projeto "Estação Coral-Sol", na categoria "Estudiante/Product Design/ Sustainable".
Raiana Soares

Raiana Soares

Raiana Soares, Engenheira de Energia, mestre e doutoranda na área de Energia pelo Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo. Ao longo de sua trajetória acadêmica e profissional, deu ênfase a projetos de descentralização e democratização energética, análise crítica das transições energéticas sob uma perspectiva de justiça social e com foco na erradicação da pobreza energética. Atualmente, é Coordenadora de Projetos no CBC, dedicando-se ao planejamento de transições justas.
Tamar Bakman

Tamar Bakman

Formada em Engenharia Ambiental pela UFRJ, com período de extensão na Universitat Politècnica de València, e mestre em Planejamento Ambiental pelo Programa de Planejamento Energético da COPPE/UFRJ. Nos últimos anos, vem desenvolvendo pesquisas e projetos sobre mitigação de mudanças climáticas, relacionados a alimentação, setor agropecuário, resíduos e energias renováveis. Possui experiência na área de educação ambiental, como professora e palestrante. Atualmente, é Assistente de Projetos no Centro Brasil no Clima.
Thalison Correa

Thalison Correa

Indígena da etnia Tembé, natural de Belém - PA. Atua na equipe do The Climate Reality Project Brasil como Analista de Educação, colaborando com o desenvolvimento de estratégias educacionais que incentivam uma aprendizagem prática e engajada sobre as mudanças climáticas. Engenheiro Florestal, formado pela Universidade Federal Rural da Amazônia, possui pós-graduação em Gestão de Educação a Distância, Designer Instrucional e Pedagogia do E-learning, tendo como áreas de interesse a comunicação da emergência climática, buscando sempre se aprimorar a respeito de novas tecnologias, sobretudo no campo educacional. Líder da Realidade Climática desde 2021.
victor-anequini

Victor Anequini

Internacionalista pela UNESP-SP, tem sua trajetória construída em gestão de projetos e negociação e articulação internacional. Gerenciou projetos de internacionalização de empresas francesas e brasileiras de base tecnológica e participou de iniciativas de cooperação técnica entre o Brasil e stakeholders internacionais. Atualmente coordena o time de Advocacy do CBC, responsável por influenciar os tomadores de decisão públicos e privados sobre a emergência climática e criar canais paradiplomaticos entre os estados brasileiros e atores internacionais.

Estagiária

Samara Andrade

Samara Andrade

Técnica em Meio Ambiente, graduanda em Gestão Ambiental pela Universidade de São Paulo. Possui experiência nas áreas de Educação Ambiental e Sustentabilidade, atuando em projetos de pesquisa, cultura e extensão no âmbito marinho. Como estagiária do CBC busca se especializar na área de Mudanças Climáticas.

Associados

  • Alfredo Helio Syrkis
  • Ana Amélia Campos Toni
  • André Lemos de Abreu
  • André Luiz Esteves
  • Andrea Margit
  • Andrea Souza Santos
  • Aspasia Brasileiro Alcântara de Camargo
  • Branca Americano
  • Carlos Eduardo Rittl
  • Eduardo Alexandre da Silva Almeida
  • Eduardo José Viola
  • Emilio Lèbre La Rovere
  • Fabio José Feldmann
  • Guilherme Syrkis
  • Israel Klabin
  • José Sarney Filho
  • Luiz Augusto Nóbrega Barroso
  • Márcia Bandeira da Silva
  • Maurício de Moura Costa
  • Natalie Unterstell
  • Olga Martins Wehb
  • Oswaldo dos Santos Lucon
  • Pedro Moura Costa
  • Rafael Kelman
  • Renata Moraes
  • Roberto Schaeffer
  • Roberto Smeraldi
  • Robert Zsolt Let Kazinczy Smeraldi
  • Rodrigo Amorim Gonçalves Rosa
  • Sérgio Besserman Vianna
  • Sergio Luis de Carvalho Xavier
  • Simone Siag Oigman-Pszczol
  • Suzana Kahn Ribeiro Rezende de Azevedo
  • Tasso Resende de Azevedo
  • Tatiana Martins Wehb
  • Virgílio Maurício Viana
  • William Wills

Redes e Fóruns

A participação em fóruns, redes e conselhos vem garantindo ao CBC a possibilidade de reverberar assuntos estratégicos para diferentes atores e partes interessadas, ao mesmo tempo que permite juntar forças com outras organizações que também atuam para frear as mudanças climáticas.

SAIBA MAIS